sábado, 12 de fevereiro de 2011

Surdez





   

Surdité
Bilá Bernardes

Assourdissant
le bruit des canons

Assourdissant
le son des bombes
                               
sur le Moyen Orient
Assourdissant
le son de la mort silencieuse

dans la périphérie
de nos villes

Assourdissant 
le cri muet

de celui
qui se tait
sur les dénonciations
des abus
dans tous les espaces


Écoutez  le silence!
Écoutez ce qu'il pleure!
Écoutez ce qu'il dénonce!

La mort de la pensée
saigne plus
que les nouvelles
des journaux!


Pedi ajuda a Terezinka Pereira para avaliar algumas traduções que recebi deste poema para o inglês. Ela me fez vários comentários que me fizeram compreender minha resistência com traduções:

"ESSE POEMA EM INGLÊS NÃO SOA TÃO BEM COMO EM PORTUGUÊS.
E' UMA TRADUÇÃO QUASE IMPOSSÍVEL....

A PALAVRA "DEAFENING".... ETC. NÃO E' USADA
E NÃO CABE BEM EM NENHUMA PARTE.....
 
CORAJOSA TRADUÇÃO!!!!!!!!!!!!
SEU POEMA E' EXCELENTE EM PORTUGUÊS!
MAS MUITAS VEZES A GENTE PERDE NA TRADUÇÃO..."
 
 
 
 

Rumo



Para Aprender


Esta página é de um livro publicado em Roncagua- Chile, em Setembro d 2007.



Veja outros poemas com o tema aprendizagem em Psicopedagogia em Poesia!

Traduzido:

PARA APRENDER

Para aprender el alfabeto                                    
o cualquier otro dialecto u objeto                 
no basta estar alerta                               
no basta lo preciso

Para aprender                                                          
y transformar                                          
conocer en saber                                          
no basta el orden                                   
mucho menos resuelve                                 
estar inmóvil                                                   
con la actitud correcta


Para aprender                                         
cualquier cosa                                                   
que afecte                                              
marque, transforme                                            
y se construya proyectos                                
hay que deambular                                             
el afecto


Para Aprender
              Bilá Bernardes

Para Aprender
alfabeto
ou qualquer outro
dialeto ou objeto
não basta estar alerta
não basta o concreto

Para Aprender
e transformar
conhecer em saber
não basta decreto
muito menos resolve
ficar quieto
em atitude correta

Para Aprender
qualquer coisa
que lhe afete
marque, transforme
e se construa projeto
há que circular
o afeto
      

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Publicado na Gazeta Montense


Belo Horizonte - Clima de Agosto


Máscaras


Café Temperado


Belo Horizonte - Crepúsculo


Bibliografia em Fotos

Estas são algumas antologias, folderes e folhetos onde publicaram poemas da Bilá. Logo teremos outros.

Tecituras



TEJIDOS
Quiero tejer mi vida
Con nuevos tejidos
Más ligeros
Coloridos
Con muchos retrocesos
De más deslices

Quiero tejer mi vida
Con otros momentos
Juntos, afuera y adentro
Más felices
Sin ataduras

Pero con lazos.



Minha Alegria


Emergência